Technische Universität München

The Entrepreneurial University

 
Os sistemas endócrino e nervoso são dois sistemas importantes envolvidos no controlo e regulação das funções corporais. O sistema endócrino consiste nas glândulas endócrinas e células endócrinas em outros órgãos (rins, placenta, etc.) que segregam substâncias biologicamente activas, chamadas hormonas. Em contraste com as glândulas exócrinas, que são vias segregativas, as glândulas endócrinas não possuem vias e segregam hormonas para o sangue. As hormonas são mensageiros químicos distantes, transportados através da circulação sanguínea para as células alvo onde exercem os seus efeitos específicos. A maioria das hormonas derivam do colesterol (hormonas esteróides) ou aminoácidos (hormonas da tiróide, adrenalina) e os derivados polipeptídeos. Dependendo da natureza e do tamanho da molécula da hormona, as hormonas ligam-se a receptores específicos que estão, quer na superfície ou no citoplasma/núcleo das células alvo, activando sequências de alterações intra-celulares que produzem os seus efeitos fisiológicos. As glândulas endócrinas principais no corpo são a pituitária (hipófise), tiróide, paratireóide e as glândulas supra-renais, o pâncreas, ovários e testículos. A taxa da segregação de hormonas é normalmente regulada por um mecanismo de controlo de feedback homeostático negativo. As principais hormonas e os seus efeitos são apresentados em tabelas.

Nota: Algumas hormonas alcançam as células alvo através do fluído extra-celular e possuem efeitos locais, parácrinos (prostaglandinas, endotelinas, etc.).  

Sistemas reprodutivos feminino & masculino
As diferenças entre o organismo masculino e feminino dependem principalmente dos cromossomas sexuais (XY ou XX) e em parte de estruturas endócrinas, os testículos do homem e os ovários da mulher. A diferenciação de gónadas no útero é determinada geneticamente, mas a formação dos órgãos genitais masculinos depende da presença de testículos, segregação de testosterona e, caso não exista tecido testicular, o desenvolvimento é feminino. Depois do nascimento, os gónadas mantém-se inactivos até à adolescência, quando são activados pelas gonadotropinas (LH e FSH) da pituitária anterior. Na adolescência, como resultado da acção das hormonas segregadas por gónadas, as características sexuais secundárias desenvolvem-se e ocorre a maturação final do sistema reprodutivo; incluindo desenvolvimento mamário e início de ciclos menstruais na mulher.  

Em ambos os sexos, os gónadas possuem funções gametogénicas (produção de células germinais) e endócrinas (secreção de hormonas sexuais). As hormonas de esteróides segregadas por gónadas (andrógenos, principalmente a testosterona, pelos testículos e estrogénio e progesterona dos ovários) promovem as características físicas específicas do sexo e iniciam e mantêm a função reprodutiva. Os andrógenos são hormonas esteróides com efeitos masculinizantes e os estrogénios são hormonas esteróides com efeitos feminizantes. Ambos os tipos de hormonas sexuais são normalmente segregados nos homens e nas mulheres, porém existem diferenças gerais nas concentrações hormonais entre sexos. Existe uma lenta diminuição nas funções do sistema reprodutivo masculino com o avançar da idade, mas a capacidade de procriar persiste. As funções do sistema reprodutivo feminino regressam depois de vários anos e os ciclos menstruais param (menopausa).
drucken