Technische Universität München

The Entrepreneurial University

 
A intoxicação por álcool provoca náuseas e vómitos. Isto aumenta o risco de aspiração, devido à debilitação dos reflexos de protecção. Se o alcoólico aspirar vómito para os pulmões, pode causar um bloqueio das vias respiratórias, pneumonia por inalação e abcessos pulmonares. Se a pessoa alcoolizada vomitar durante o sono, pode morrer devido à sufocação.
A intoxicação por álcool pode provocar paragem respiratória e morte. A utilização concorrente de álcool com opiáceos ou benzodiazepinas aumenta o risco de paragem respiratória. A administração de opiáceos inibe os centros respiratórios da medula. Os glutamatos e ácidos gama aminobutíricos (GABA) são respectivamente os mais importantes neurotransmissores excitantes e inibidores que mediam o controlo da respiração. Tanto as benzodiazepinas e o álcool facilitam o efeito inibidor de GABA, enquanto que o álcool também diminui o efeito excitante dos glutamatos na respiração.
O consumo de álcool aumenta a frequência de apneia do sono. Os alcoólicos estão também em risco de um maior número de injecções das vias respiratórias superiores e pneumonias relacionadas com a diminuição do funcionamento do sistema imunitário, associada com o excesso de utilização do álcool.
drucken 

www.doping-prevention.com